HOME  
 
   
Radicais livres

Só os radicais não são livres

     Sob a ótica do ortodoxo, muitos costumes e dogmas se eternizam: bons e ruins. Porém, a questão envolvida é ciência, muito atraso foi imposto pela não aceitação do novo. Enquanto Louis Pasteur desmantelava a teoria de Geração Espontânea, imputando aos microorganismos – não visíveis a olho nu – processos infecciosos putrefativos e fermentativos, cirurgiões continuaram por anos a sair das salas de anatomia onde estudavam cadáveres diretamente para os centros cirúrgicos, para operarem doentes sem os mínimos cuidados com assepsia.

O código genético

     Pois bem, o novo sempre assusta e ameaça. O mesmo pode se dizer do que chamamos de Medicina Antienvelhecimento. É claro que não se pode deixar de lado o grande sensacionalismo criado por deduções individuais e fantasiosas dos que ainda conseguem iludir aqueles que procuram melhoras em sua qualidade de vida com promessas milagrosas. Sabemos, através de estudos, que o ponto final da célula é a lesão irreversível de suas membranas, apesar de o código genético dar maior ou menor resistência às células, os chamados radicais livres são os que, em última instância, provocam a lesão de tais membranas, diminuindo gradativamente a função celular até a incapacidade funcional e morte.
Os radicais livres são oriundos do metabolismo oxidativo, onde o imprescindível oxigênio é transformado – há que se diga fisiologicamente – em radicais com valência livre capazes de se ligar à membrana celular, e nesta provocar lesões. Tanto mais se envelhece quanto mais radicais livres são produzidos; ou, por outro lado, quanto menor capacidade temos de eliminar essas substâncias. Esses radicais livres podem fazer parte do processo de iniciação tumoral. É sabido que as vitaminas E e C são potentes antioxidantes, assim como os polifenóis (aqueles encontrados em abundancia no vinho), os Ômega 3 (peixem são principais fontes) o licopeno (carotenóide encontrado especialmente em tomate) são poderosos antioxidantes com poder antitumoral definido. Contra fatos não existem argumentos. Recentemente, Antonia Trichopoulou, docente da University of Athens Medical School, demonstrou haver um risco 25% menor de morte por doença cardiovascular ou câncer nos indivíduos que consomem essencialmente a dieta do Mediterrâneo (onde vinho, peixe e azeite de oliva são o tripé de sustentação).

Andropausa intensa

     Não quero, com este artigo, provocar a corrida dos leitores à farmácia para adquirir vitaminas E, C Ômega 3, licopeno, etc. Nem defendo que modifiquem radicalmente o padrão dietético. Tudo deve ser monitorado, revisto e minuciosamente adequado. Lembro-me de um paciente, hoje 66 anos, que recém-chegado à nossa clínica queixava-se de insônia e diminuição da libido e, incisivamente, solicitava pesquisa para andropausa e deficiência de hormônio de crescimento. Acertou nas deficiências – as duas, porém, provocadas por um hipotiroidismo severo. O tratamento devolveu ao paciente a completa estabilidade clínica. Curiosamente, ao mesmo tempo, um outro paciente com queixas de adinamia, impotência e depressão nos procurou elegendo hipotiroidismo. Contudo, o diagnostico firmado foi de andropausa intensa com os testículos bastante diminuídos ao ultra-som, sem história anterior de doença infecciosa testicular. O paciente é tratado com reposição hormonal masculina com total regressão de todos os sintomas. Não preciso dizer que esses dois pacientes e tantos outros são seguidos em nossa clínica quanto à endocrinologia do envelhecimento e todos os prismas que observam o Antienvelhecimento. Consertando o trocadilho: só os radicais não se livram dos radicais livres.

 
Saiba Mais

O que é Endocrino-Age?
O Crescimento
O Sexo e as Idades
Puberdade
Andropausa
Menopausa
Adrenopausa
Somatopausa
Melatopausa
Radicais livres
Envelhecer bem
Fatores para o "viver melhor"


Matérias

 Revista Veja
 22/01/2014
 Sade: Um brinde ao verde e    verdade

 Revista Veja
 18/09/2013
 Medicina: Quem diria...

 Revista Veja
 03/07/2012
 A conquista da mente

 

 Revista Veja
 27/06/2012
 A redenção da gordura

 

 Revista Veja
 07/09/2011
 Parece Milagre

 

Copyright 2008 - Todos os direitos reservados