HOME  
 
   
Menopausa

     Por definição, menopausa é a última menstruação da mulher e climatério é todo o processo entre o início da diminuição da produção hormonal ovariana e a total cessação da produção dos hormônios femininos. O climatério pode ser dividido entre o período pré-menopausa e o período pós-menopausa, porque mesmo após a cessação das menstruações, por algum tempo existe ainda alguma produção hormonal nos ovários. A idade média de início do climatério é ao redor dos 40 anos, enquanto que a menopausa apresenta-se por volta dos 51.

     A sintomatologia mais expressa pela falta dos hormônios femininos ocorrem no climatério em torno da menopausa, já que ali se encontra o auge da falência ovariana. Porém é bastante variável a apresentação clínica, sendo que as queixas mais freqüentes incluem fogachos, diminuição da libido associada à secura vaginal e quadros de depressão de magnitudes variáveis. Estas queixas associadas a maior freqüência de osteoporose assim como maior ocorrência de doenças vasculares devido também à modificação do status hormonal, fizeram com que a medicina evoluísse para a reposição artificial dos hormônios sexuais, após a cessação biológica de sua produção, pois a reposição destes hormônios resolvem de maneira muito satisfatória a maior parte das queixas.

     Porém, o uso indiscriminado de tal caminho não se mostrou a melhor decisão segundo estudos recentes, que demonstraram que a abordagem de reposição trouxe aumento de outros riscos que grupos que não fizeram a reposição não apresentaram, como por exemplo, o câncer de mama. Por outro lado, a reposição naqueles pacientes com queixas importantes, que não apresentem ascendência positiva para câncer de mama (mãe, avó, tias), deve ser, apesar dos riscos o melhor caminho para melhora a qualidade de vida nesta fase da vida.

     Uma outra abordagem cada vez mais freqüente nesta fase da vida da mulher é a reposição com hormônios idênticos àqueles produzidos pelo organismo feminino, já que os trabalhos científicos foram todos a partir do uso de hormônios sexuais sintéticos, que não apresentam a exata estrutura química dos hormônios produzidos pelos ovários (que na verdade é um recurso da indústria farmacêutica no processo de patenteamento, para o qual uma substância que ocorra naturalmente em um ser vivo não pode ser posse de nenhuma indústria). Além disso, como o processo do climatério ocorre lentamente, os quatro subtipos de hormônios sexuais femininos apresentam padrão particular quanto à suas quedas, e médicos que pontuam estas quedas, que ocorrem de maneira peculiar à cada paciente, obtém os melhores resultados para o tratamento desta situação clínica.

     À cada percebemos que cada mulher apresenta o seu padrão de climatério e menopausa e a individualização desta situação é o melhor caminho.

 
Saiba Mais

O que é Endocrino-Age?
O Crescimento
O Sexo e as Idades
Puberdade
Andropausa
Menopausa
Adrenopausa
Somatopausa
Melatopausa
Radicais livres
Envelhecer bem
Fatores para o "viver melhor"


Matérias

 Revista Veja
 22/01/2014
 Sade: Um brinde ao verde e    verdade

 Revista Veja
 18/09/2013
 Medicina: Quem diria...

 Revista Veja
 03/07/2012
 A conquista da mente

 

 Revista Veja
 27/06/2012
 A redenção da gordura

 

 Revista Veja
 07/09/2011
 Parece Milagre

 

Copyright 2008 - Todos os direitos reservados