HOME  
 
   
Pessoas com maiores propósitos na vida vivem mais, diz estudo - 22/06/2009

    Ter um propósito na vida está associado a menores taxas de mortalidade entre os idosos, segundo estudo da Universidade Rush, nos EUA. "Um propósito na vida reflete a tendência de aferir significado das experiências de vida e ser focado e planejado", destacou a pesquisadora Patricia A. Boyle.

    A análise de mais de 1,2 mil idosos que não tinham demência indicou que aqueles que relatavam terem propósitos maiores na vida tinham a metade do risco de morte, comparados aos voluntários com menos propósitos. E os resultados persistiam após os pesquisadores considerarem renda, sintomas depressivos, incapacidade, neuroticismo e número de condições médicas.

    Segundo os autores, a mortalidade foi mais significativamente associada a três itens do questionário de propósito na vida, que mediu a concordância dos participantes às seguintes questões: "algumas vezes, sinto como se eu já tivesse feito tudo que há a fazer na vida"; "eu costumava propor metas para mim mesmo, mas que agora parecem perda de tempo"; "minhas atividades diárias frequentemente parecem triviais e sem importância para mim".

    "Estamos animados com essas descobertas, porque sugere que fatores positivos, como ter um senso de propósito na vida, são importantes contribuintes para a saúde", destacaram os autores. Porém os pesquisadores admitem que mais estudos são necessários para avaliar se outras características demográficas podem modificar a relação entre propósitos de vida e mortalidade e para observar se isso pode ser modificado.

Fonte: Rush University Medical Center.
 
Destaques

 Obesidade
 
 Relação entre Tireóide e
 Obesidade e muito mais.

 Endócrino-Age
 
 Conheça melhor o
 conceito Endócrino-Age.

 Tireóide
 
 Saiba mais sobre
 Tireóide "A Terrorista".

 Teste do pézinho
 
 O Teste do pézinho pode
 salvar vidas. Saiba Mais.

Copyright 2008 - Todos os direitos reservados